[Brasília]: 1º de maio – Dia do Trabalhador e da Cultura Agroecológica – IFB

Onde: IFB/campus Planaltina (ex-Colégio Agrícola)

Como chegar
: Carona solidária (um pouco antes de Planaltina-DF, ao avistá-la, haverá a placa pro Instituto Federal, à direita) ou ônibus pro Arapoangas ou Vale do Amanhecer (pedir para descer no balão do Colégio Agrícola e ligar avisando que tá vindo).

Contato
: 9149-1962 (Delano)

Quando
: 8h-17h

– 1º Dia do Trabalhador e da Cultura Agroecológica do IFB –

Lançamento do Espaço de Convivência Agroecológica do IFB – ECoA

Proposta de Programação

[Durante todo o dia: modesta feira de troca solidária, para fazer circularem as coisas, as ideias e as pessoas]

8:00 – 11:30

Oficina de poda agroflorestal das árvores da casinha para abrir pedaços de sol e enriquecer o ambiente com o plantio de mudas e horta florestal

Atividades de educação ambiental com filhos e filhas de estudantes, para que as mães e pais possam trazer as crianças, proporcionando integração delas ao espaço e ambiente comunitário

Oficina de bioconstrução: técnica de bancos de superadobe (A confirmar)

Oficina de confecção de tinta de barro e decoração inspirada no 1º de maio e na agroecologia (A confirmar)

[A proposta é de atividades concomitantes, as duas últimas dependendo do número de pessoas dispostas e da existência de material, havendo responsáveis com experiência para orientar cada uma delas]

11:30-13:00

Filme – O Caldeirão de Santa Cruz do Deserto. Conta a história real de uma comunidade rural na região do Crato, Ceará, que se constituiu com autonomia de produção coletiva nos anos 30 e teve trajetória e destino semelhante ao de Canudos. Ou seja, de tão bem-sucedida acabou exterminada pelo governo; nesse caso, pelo getulismo.

Atividade proposta por Marcela Alvim, estudante de Licenciatura em Dança do IFB-Plano Piloto e organizadora do Cineclube Cafezinho no Gisno.

(A confirmar)

13:00-14:00

Almoço no fogão à lenha – Caldo de abóbora e de mandioca e complementos solidários de estudantes e convidados/as. (Cardápio principal sendo definido)

14:00-17:00

Roda(s) de conversa, seguido de música:

História e fundamento do tambor e da cultura popular (com fabricantes artesanais de tambores, praticantes de agroecologia da zona agrícola de Taquara-Planaltina, e com membros de grupos de cultura popular de Planaltina e de outras cidades do DF).

Já confirmados: Tambozeiros da Taquara, Grupo de Capoeira Pau-Pereira e membros do Cokumã [Planaltina];

Pré-confirmados: Martinha do Coco, Mambembrincantes, membros do Tamnoá [Paranoá]

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Brasília]: 1º de maio – Dia do Trabalhador e da Cultura Agroecológica – IFB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s