[Brasília]: Reunião debate situação da orla do Descoberto

Vejamos e acompanhemos as tratativas com a equipe do próximo governo. Já era de se esperar: a CL não trabalhou durante os quase 4 anos, não seria agora que decidiria algo.

A audiência pública prevista para hoje (9), com a finalidade de debater a situação da orla do Rio Descoberto, de iniciativa do deputado Raad Massouh (DEM), acabou se transformando em reunião para encaminhamento da questão às equipes de transição, tanto do governo local como das representações políticas no Senado, na Câmara dos Deputados e na própria Casa.

Por motivo de saúde de Raad, a reunião foi presidida pelo deputado Paulo Tadeu (PT), que ouviu os presentes – representados por produtores rurais e representantes de órgãos públicos e de Ongs interessados na questão – e depois sugeriu fosse o assunto levado àqueles que terão em suas mãos a decisão sobre a maioria das propostas apresentadas.

A presidente da Associação dos Produtores e Protetores da Bacia do Descoberto – Pró Descoberto, Rosany Cristina J. de Carvalho Carneiro, disse ser indispensável que a legislação permita a participação do produtor nas medidas de proteção da orla do Descoberto, e que este deve ser visto como um parceiro, não como um inimigo.

Para Flávio do Carmo, algumas questões precisam ser examinadas sob um enfoque mais amplo, como a providência de reflorestamento das margens dos cursos que abastecem a barragem do Descoberto. A medida pode ser importante, segundo disse, mas no momento não é a providência mais urgente, vez que as nascentes é que estão secando.

O engenheiro agrônomo Sumar Magalhães Ganem, da Emater/DF, avisou que o órgão já concluiu, em julho deste ano, com a participação de órgãos como a Adasa e Caesb, além dos próprios produtores rurais, um amplo diagnóstico do setor, a fim de subsidiar as políticas públicas para a área. O técnico afirmou, no entanto, que a resposta para os grandes problemas hoje enfrentados passa pela transformação da Reserva Biológica de Águas Emendadas para uma Área de Relevante Interesse Ecológico – ARIE.

O deputado Paulo Tadeu observou que o tema é complexo e exige muito empenho dos interessados para incluir a questão entre as preocupações que, a partir desta semana, vão concentrar as atenções do novo governador eleito e das representações políticas no Senado, na Câmara Federal e na própria Casa.

Há mais de um ano o deputado Raad Massouh vem debatendo, com os setores interessados, as medidas que devem ser implementadas para dar espaço aos produtores rurais na recuperação e proteção da orla do Descoberto.
Donalva Caixeta Marinho – Coordenadoria de Comunicação Social

Fonte: CLDF

Links relacionados:
[Brasília]: Audiência Pública sobre a APA Orla do Descoberto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s