SLU iniciará coleta seletiva na Feira dos Importados

Notícia do Correioweb. Vamos ver se vai funcionar mesmo…

No próximo dia 26 de outubro todo papel, papelão, vidro, plástico, jornal e metal descartado na Feira dos Importados será coletado pelo SLU dentro do projeto Coleta Seletiva Solidária que atende ao o Decreto Presidencial nº 5.940, de 25 de outubro de 2006, que incentiva um novo modelo de gestão dos resíduos.

A iniciativa será estendida às principais regiões de comércio do DF e duas cooperativas de reciclagem serão responsáveis pelo processamento do lixo. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) passará duas vezes por semana pela Feira dos Importados – às segundas e quintas-feiras – recolhendo todo o lixo e o encaminhando às cooperativas que farão o processo de separação do material seco, molhado, reciclável e orgânico.

No dia do lançamento do projeto serão distribuídas cartilhas educativas juntamente com sacolinhas de lixo para veículos. O SLU pretende realizará um plano de treinamento social com o intuito de educar a sociedade a colaborar, de forma efetiva, no projeto de coleta seletiva solidária.

Coleta no DF
Segundo o último levantamento do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), no mês de setembro deste ano, foram coletadas mais de 1,2 mil toneladas de resíduo reciclável no DF.

A coleta seletiva realizada pelo SLU foi reimplantada no DF em 2007, nas quadras 100, 200, 300 e 400 das Asas Sul e Norte. O hábito de separação dos resíduos já ocorre também no Lago Norte (península), na QI 17 do Lago Sul, e em Brazlândia, no Setor Tradicional (quadras 1 a 29), Setor Norte (quadras 1, 3 e 5) e Setor Sul (quadras 1, 2 e 4).

Existe ainda a coleta seletiva não oficial em todo o DF. São 29 cooperativas de catadores de materiais recicláveis trabalhando no setor. Dessas, seis associações trabalham com o lixo coletado pelo SLU. A estimativa é que cerca de 10 mil toneladas de material seja reaproveitado por essas cooperativas, a cada mês.

Principias benefícios da coleta seletiva

– Contribui com a preservação ambiental;

– Reduz a exploração dos recursos naturais;

– Gera renda e inclusão social, uma vez que o resíduo reciclável é encaminhado para centros de triagem onde trabalham os catadores de materiais recicláveis, organizados em associações/cooperativas.

Materiais coletáveis
Papel, papelão, vidro, plástico, jornal, metal.

Materiais não-coletáveis
Pneus, lâmpadas, embalagens contaminadas, madeiras, isopor, matéria orgânica (restos de comida).

Materiais tóxicos como, pilhas e baterias, lâmpadas fluorescentes deverão ter recipiente próprio.

Serviço
Implementação da Coleta Seletiva Solidária na Feira dos Importados
Data: 26 de outubro, terça-feira
Horário: 9h30
Local: SIA Trecho 7, nº 100

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s